Fale com o WhatsApp do redenovo
Sagrado Rede de Educação / Notícias / Educação infantil: como ajudar a criança na transição escolar

Educação infantil: como ajudar a criança na transição escolar

Email Facebook LinkedIn Print Twitter 16 de Novembro de 2020

Entre novos aprendizados e a ampliação do repertório cultural do aluno, é inevitável que a transição escolar da educação infantil para o ensino fundamental gere algumas preocupações; não só para os pais, mas também para a criança.

Ao longo de toda a trajetória escolar, o estudante precisa lidar com diversas mudanças de rotina. Iniciando na educação infantil, com a adaptação a um novo espaço e novas interações; passando pelo ensino fundamental, com o aumento gradual do comprometimento com os estudos; e chegando no ensino médio, com uma fase de grandes transformações para a vida acadêmica. 

Em cada momento, é essencial o apoio da família e da equipe pedagógica do colégio, para que a transição seja feita de maneira leve e agradável, e para que o aluno compreenda, desde cedo, que as mudanças são comuns e podem ser superadas com tranquilidade. 

Educação infantil: como ajudar a criança na transição escolar

Por isso, nesse texto, você irá conferir uma série de dicas que irão contribuir com a transição do seu filho da educação infantil para o ensino fundamental e como a parceria entre a escola e a família contribui nesse processo. 

Continue a leitura!

Orientações da BNCC para a transição escolar

A Base Nacional Comum Curricular foi elaborada para que todas as instituições de ensino brasileiras tenham uma referência na construção do projeto pedagógico, bem como na organização da transição das fases escolares, garantindo a integração e a continuidade do processo de aprendizagem.

Assim, a entrada da criança no Ensino Fundamental deve ocorrer de maneira acolhedora, mantendo um ambiente receptivo e agradável até que a nova abordagem de ensino seja introduzida com o passar dos anos. 

Em sala de aula, as brincadeiras e dinâmicas vão sendo substituídas por uma rotina mais rigorosa, com a inclusão de novas matérias e avaliações. Dessa forma, os professores do segmento devem estar preparados para apoiar o aluno em suas ansiedades e dificuldades, respeitando o histórico e o conhecimento que ele traz consigo.

Em conjunto com as ações da equipe pedagógica, a BNCC lembra da importância do acompanhamento da família, durante a transição. Nesse caso, cabe ao colégio apresentar as estratégias, esclarecer todas as dúvidas e manter uma comunicação frequente com os pais e responsáveis, para que eles estejam integrados com as ações.

A transição para o Ensino Fundamental em sala de aula

Durante o primeiro ano, a continuidade do aprendizado pode ser mantida com as mesmas práticas que a criança estava acostumada na educação infantil, com brincadeiras e interações. Com o passar do tempo, isso vai sendo adaptado à nova realidade.

A disposição das carteiras, os espaços para brinquedos e a adaptação da jornada de horas na escola também são boas formas de fazer com que o pequeno se acostume com a rotina de maneira espontânea.

03 dicas para você ajudar seu filho na transição da educação infantil

O momento de se despedir da educação infantil nem sempre é fácil, mas com o apoio da família, em casa, o processo será muito mais tranquilo. Seguindo as dicas abaixo, você ainda tem a oportunidade de acompanhar de perto quais estão sendo as dificuldades da criança e trabalhá-las junto à escola:

1) Converse com seu filho:

Discuta sobre as mudanças que ocorrerão no próximo ano, mas tenha cuidado para não antecipar a ansiedade do pequeno. Deixe que ele fale sobre como estão as atividades na escola e o que espera da novidade. Lembre-o de que ele terá a mesma atenção e carinho com os novos professores e que o momento lúdico não deixará de existir.

2) Faça uma visita ao colégio:

Conhecendo o novo local de estudos, a nova sala de aula e os novos professores, a criança ganha confiança no início desta fase de transição.

3) Incentive-a a enfrentar novos desafios:

Toda nova situação gera um desconforto inicial, mas faça com que o pequeno fique despreocupado e mostre que ele tem total apoio da família.

Agora que você já sabe como tornar essa transição mais tranquila e agradável, que tal conhecer mais sobre a participação da família na escola? Acesse o próximo conteúdo e veja como continuar projeto educacional em casa, melhorando o aprendizado da criança.

Família na escola: o projeto educacional continua em casa
Qual a importância da participação da família na escola e como continuar projeto educacional em casa, melhorando o aprendizado da criança? Acesse o texto!