Fale com o WhatsApp do redenovo
Sagrado Rede de Educação / Notícias / Sala de aula invertida: um novo modelo de ensino

Sala de aula invertida: um novo modelo de ensino

Email Facebook LinkedIn Print Twitter 19 de Agosto de 2020

A sala de aula invertida é uma das inovações trazidas em conjunto com as metodologias ativas de ensino e, como o próprio nome diz, trata-se de uma inversão no processo de aprendizagem, colocando o aluno como protagonista do seu conhecimento e o incentivando a interagir com o tema.

Este modelo de ensino já vinha sendo aplicado em diversas escolas, adaptando a educação à realidade da era digital e hiperconectividade. No entanto, com o início da pandemia e a introdução das aulas remotas, ganhou ainda mais destaque, devido ao engajamento dos alunos com os conteúdos online.

Quer saber mais sobre a sala de aula invertida e suas vantagens para o ensino remoto? Então, continue no texto!

Como funciona a sala de aula invertida?

A principal diferença entre a sala de aula invertida e o modelo tradicional de aprendizagem está no processo de consumo do conteúdo. Cada dia mais, a tecnologia tem ajudado os estudantes a interagirem com a matéria, criando um ambiente dinâmico para o compartilhamento do conhecimento. 

Um exemplo disso — e que já discutimos, anteriormente, aqui no blog da Sagrado — foi a inclusão das redes sociais no ensino, uma forma de aliar a educação, a modernidade e a interação na aprendizagem.

Educação na era digital: a influência das redes sociais no ensino
O contato constante com as redes sociais nesta nova era digital exerce influências importantes na educação. Quer saber mais? Acesse o texto!

Dessa maneira, a sala de aula invertida propõe que o aluno tenha um primeiro contato com o assunto através de materiais digitais, como textos, jogos, vídeos e podcasts, por exemplo. Dentro da sala de aula — agora, videochamada — o estudante é capaz de promover discussões e realizar perguntas a partir do que foi visto previamente, inserindo o professor como um mediador do conhecimento.

E se, atualmente, a sociedade vem exigindo indivíduos mais “críticos, autônomos e capacitados emocionalmente”, é através desta proposta que o aluno passa a refletir sobre seus conhecimentos, deixando de apenas decorá-los.

Vantagens da sala de aula invertida

Partindo da ideia do estudante como protagonista e do professor como moderador do aprendizado, as vantagens da sala de aula invertida estão diretamente ligadas à interatividade e modernização da prática pedagógica.

Flexibilidade no ensino:

Com a inclusão de materiais digitais e o aproveitamento da tecnologia na educação, o aprendizado torna-se mais flexível, adaptando-se às individualidades de cada aluno. Ou seja, o estudante tem a oportunidade de participar ativamente da aula, com autonomia para construir diálogos e propor diferentes caminhos para o desenvolvimento de projetos.

Habilidades socioemocionais:

Como protagonista do conhecimento, o aluno possui tempo e espaço para compreender os desafios, aprimorar sua autonomia, estimular o senso crítico e solucionar os problemas de maneira criativa; tudo isso da forma que julgar mais adequada para assimilar o conteúdo.

Melhoria no desempenho do aluno:

Uma aula ativa e dinâmica gera muito mais envolvimento do aluno no momento de aprendizagem, e a antecipação do tema permite que ele traga suas ideias para serem debatidas com os colegas. 

Sala de aula invertida e o ensino online

Por mais que os alunos desta geração já tenham crescido com a tecnologia em mãos, a realidade do ensino online chegou com alguns desafios, principalmente quando precisamos lidar com o aproveitamento das aulas à distância.

E é assim que as vantagens da sala de aula invertida são aproveitadas durante o aprendizado remoto. Museus virtuais, gamificação e fóruns, por exemplo, são grandes aliados para a introdução do assunto, pois, além de promoverem interatividade com o material, estimulam os estudantes a conhecerem mais sobre o conteúdo.

Enfim, não faltam motivos para colocarmos a sala de aula invertida em evidência, tanto no ensino presencial quanto no online. Os ganhos na aprendizagem superam expectativas e, cada vez mais, o modelo passa a ser adotado nas escolas.

Quer receber conteúdos como este em seu e-mail e ficar por dentro de todas as novidades na área da educação? Inscreva-se em nossa newsletter!