Informativo Corona Vírus Covid 19
Fale com o WhatsApp do redenovo
Sagrado Rede de Educação / Notícias / TDAH: como identificar na infância?

TDAH: como identificar na infância?

Email Facebook LinkedIn Print Twitter 15 de Junho de 2020

Um comportamento mais agitado, dificuldades de concentração e impulsividade. Atitudes como estas podem caracterizar o TDAH. Você sabe como identificar esta condição? E como diferenciar esse transtorno de uma simples euforia, comum durante a fase de crescimento?

No artigo de hoje, conversamos com a psicóloga Mariana Bonnás, do Colégio São José - Bauru/SP, para entendermos melhor sobre os sinais do TDAH em crianças e como vocês, mamães e papais, podem ajudar seus filhos a lidar com essa inquietação.

TDAH como identificar na infância

O que é o TDAH - Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade?

Segundo o DSM-5, o TDAH se classifica entre os transtornos do neurodesenvolvimento, que são caracterizados por dificuldades no desenvolvimento que se manifestam precocemente e influenciam o funcionamento pessoal, social, acadêmico ou pessoal.

A criança pode apenas ter um comportamento mais agitado e não, necessariamente, ter o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade.

A condição de uma criança com TDAH está mais relacionada ao estado de inquietação em comparação aos jovens da mesma idade, o que pode trazer dificuldades no aprendizado, na finalização de tarefas ou até sintomas de ansiedade.

Guia de cuidados com a saúde mental no período de isolamento social
Acesse o guia com 6 dicas de cuidados com a mente durante o isolamento social

A psicóloga Mariana, ainda nos explica que esse transtorno também pode estar associado a fatores genéticos e alterações hormonais, durante a fase de crescimento, fazendo com que o pequeno tenha toda essa energia exteriorizada.

Como identificar o TDAH em crianças

A preocupação de muitos pais, ao longo da vida escolar de seus filhos, é saber se eles estão tendo algum problema na aprendizagem ou no comportamento em sala de aula. Dessa forma, se você tem observado que seu filho é bastante agitado, é interessante acompanhar algumas situações, como:

  • Dificuldade de fazer uma refeição inteira sentado;
  • Assistir a filmes pela metade;
  • Não terminar jogos e brincadeiras;
  • Apresentar dificuldades pedagógicas e comportamentos inapropriados na escola, como andar pela sala e falar em momentos que não foi solicitado.

O diagnóstico pode ser dado somente por um médico pediatra, neuropediatra ou psiquiatra infantil, mas os responsáveis também ajudam muito na hora de relatar os indícios. Além disso, é fundamental que os pais estabeleçam um contato frequente com os professores da criança, pois eles são peças fundamentais para verificar se o aluno apresenta ou não algum hábito diferenciado e acompanhá-lo corretamente, caso seja notado um sinal do transtorno.

Como lidar melhor com os sinais de TDAH

As manifestações do TDAH, geralmente, ocorrem antes dos 7 anos de idade, período o qual a criança ainda está se adaptando às obrigações escolares e da rotina. Por isso, é essencial um apoio da família durante esta fase.

Mas existem maneiras de amenizar a agitação?

A psicóloga Mariana nos lembra da importância do acompanhamento psicoterapêutico, para que algumas mudanças comportamentais sejam alcançadas por meio de estratégias e treinos.

A criança também percebe suas dificuldades e, diariamente, luta com elas para acompanhar seus colegas. E é, em especial, neste momento, que os pais devem estar presentes, amparando e apoiando seus filhos, por meio de conversas e conselhos.

Caso os sintomas estejam muito frequentes, pode ser que o médico responsável pelo caso receite alguma medicação para auxiliar na concentração durante os afazeres, principalmente, escolares.

Incluir algumas atividades na rotina da criança também poderá ajudá-la a manter a calma e dedicar mais atenção às obrigações. Alguns exemplos são:

  • Exercícios físicos;
  • Momentos musicais;
  • Incentivo à leitura;
  • Contato com animais de estimação.

Leitura Infantil Como incentivar a leitura nos primeiros anos
Confira 3 dicas para incluir os livros em cada fase da infância e tenha acesso a um bônus especial no final do conteúdo!

O essencial é sempre se manter atento ao comportamento da criança e ensiná-la a lidar com as mais diversas situações do dia a dia.

Após ler este texto, você pode se interessar por outros conteúdos da Sagrado - Rede de Educação. Inscreva-se em nossa newsletter e esteja por dentro das novidades!